WHAT'S NEW?
Loading...

Anunciada R$ 360 milhões para obras em rodovias de SP

Resultado de imagem para obras em rodovias de SP

Todo o recurso aplicado no conjunto de intervenções em estradas virá da arrecadação do Estado de São Paulo. O Governo de São Paulo lançou, na terça-feira (27), um amplo pacote de obras que resultará no investimento de R$ 361,7 milhões em rodovias de São Paulo. A iniciativa abrange 51 municípios e 23 estradas paulistas, com benefícios a 5,3 milhões de habitantes. O governador Geraldo Alckmin recebeu representantes das cidades contempladas no Palácio dos Bandeirantes e ressaltou a importância das intervenções.

“Tudo que São Paulo e o Brasil precisam é de investimento. O conjunto de melhorias nas estradas gerará 1.360 empregos diretos. Na cadeia produtiva, a iniciativa tem mais vagas indiretas. A logística ativa a economia, estimula o turismo, aperfeiçoa o escoamento da indústria e agricultura, além de reduzir custos e acidentes”, destacou o governador.

O investimento contemplará R$ 193,6 milhões em 11 novos contratos para obras de recuperação de rodovias, além de R$ 63,2 milhões para retomada de três obras com contratos suspensos. Cinco obras com contratos já rescindidos somam R$ 62,6 milhões, assim como R$ 35 milhões para serviços de contenção de taludes e erosões. Novos projetos rodoviários estão orçados em R$ 7,2 milhões. Todo recurso aplicado no conjunto de intervenções virá da arrecadação do Estado.

Os contratos rescindidos que serão retomados correspondem à rodovia Oswaldo Barbosa Guisardi (SP-046), em Santo Antônio do Pinhal; dois lotes da rodovia Waldomiro Corrêa de Camargo (SP-079), entre Itu e Sorocaba; rodovia João Beira/Benevenuto Moreto (SP-095), entre Amparo e Pedreira; e rodovia Engenheiro Geraldo Mantovani (SP-360), entre Serra Negra, Lindoia e Águas de Lindoia. Os cinco contratos rescindidos terão novas licitações e os novos editais serão publicados ainda na primeira quinzena de julho. A expectativa do DER é que esta retomada seja consolidada ainda em 2017.

Reativações

As quatro obras suspensas serão continuadas com a reativação dos contratos já existentes. Para estas obras, a ordem de retomada é imediata e a expectativa é que os serviços sejam reiniciados no próximo mês. As rodovias que apresentam contratos suspensos e que serão retomados são a rodovia Benevenuto Moreto (SP-095), entre Bragança Paulista, Tuiuti, Amparo e Monte Alegre do Sul; a rodovia João Beira (SP-095) entre Pedreira e Jaguariúna; a rodovia Pedro Rodrigues Garcia (SP-249), entre Apiaí e Ribeirão Branco (SP-249).

Novos projetos

Mais da metade dos recursos investidos no programa, aproximadamente R$ 193,6 milhões, serão destinados a 11 obras para recuperação de 336,4 quilômetros de rodovias estaduais que beneficiam 27 municípios paulistas. As rodovias Luiz De Queiroz (SP-304), Deputado Cunha Bueno (SP-253), Comandante João Ribeiro De Barros (SP-294), Eduardo Saigh (SP-249), Nequinho Fogaça /Empei Hiraide (SP-139), Vereador Francisco De Almeida (SP-036), Vereador Dourival Da Silva Louzada (SPI-627/310), Pericles Bellini (SP-461), Antonio Cazalini (SP 352) e SPA-339/425 serão atendidas por obras de recuperação da camada asfáltica e receberão nova sinalização de solo, com faixas refletivas e tachões.

Também serão investidos outros R$ 7,2 milhões para a contratação de novos projetos executivos em importantes vias paulistas. Esta fase é primordial para a realização de boas obras, já que todo o mapeamento topográfico e geométrico, além do levantamento de pontos críticos e o mapeamento do volume de tráfego, serão desenvolvidos durante a elaboração do projeto. Os projetos serão contratados para as rodovias José Edgard Carneiro dos Santos (SP-193), Rodovia Mario Donega (SP-291), SPA 552/230 (sem denominação), Rodovia Vereador José de Moraes (SPA-085/300), SPA-631/320 (sem denominação), SPI-177/342 (sem denominação) e Rodovia Antonio Villela (SP-473).