WHAT'S NEW?
Loading...

IBGE: produção industrial avança em 12 locais no 1º trimestre ante 1º tri/2016

Resultado de imagem para IBGE: produção industrial

A produção industrial avançou em 12 dos 15 locais pesquisados no primeiro trimestre de 2017, em relação ao mesmo período de 2016, segundo os dados da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional, divulgados nesta terça-feira, 9, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os avanços mais acentuados foram registrados em Goiás (6,6%), Santa Catarina (5,2%), Rio de Janeiro (4,8%), Paraná (4,6%), Pernambuco (4,2%), Espírito Santo (4,0%) e Minas Gerais (3,6%). Também houve crescimento no Rio Grande do Sul (1,9%), Amazonas (1,3%), Pará (0,6%), Mato Grosso (0,4%) e São Paulo (0,1%) no fechamento do primeiro trimestre do ano.

Segundo o IBGE, o resultado positivo foi impulsionado, sobretudo, pela expansão na fabricação de bens de capital voltados para o setor agrícola e para a construção; de bens intermediários como minérios de ferro, petróleo, celulose, siderurgia, autopeças e derivados da extração da soja; de bens de consumo duráveis como automóveis e eletrodomésticos; e de bens de consumo semiduráveis e não duráveis como carnes de aves, bebidas, produtos têxteis e vestuário.

Na direção oposta, a Bahia (-8,3%) teve o recuo mais elevado no trimestre, puxado pelos setores de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (óleo diesel, óleos combustíveis e naftas para petroquímica) e de metalurgia (barras, perfis e vergalhões de cobre e de ligas de cobre). Os demais resultados negativos foram na Região Nordeste (-2,5%) e Ceará (-2,2%). Na média da indústria, houve avanço de 0,6% ante o primeiro trimestre de 2016.