WHAT'S NEW?
Loading...

FPSO Cidade de Itajaí, navio de produção da Odebrecht Óleo e Gás, celebra marca de dois anos sem acidentes registráveis

O FPSO Cidade de Itajaí (CDI), primeiro navio de produção da Odebrecht Óleo e Gás a operar em águas brasileiras, celebrou em abril deste ano a marca de dois anos sem acidentes registráveis, o que demonstra o compromisso das equipes com a segurança do trabalho na operação.

A operação do FPSO Cidade de Itajaí, que teve início em fevereiro de 2013, é feita pela OOGTK, uma joint-venture entre a Odebrecht Óleo e Gás e a Teekay Offshore, empresa de origem norueguesa.

O envolvimento dos Líderes, fazendo com que eles entendam o seu papel e como a sua presença  no dia a dia é fundamental para o alcance de resultados positivos em segurança, é um dos fatores que Rodrigo Lemos, diretor responsável pela área de Produção Offshore da Odebrecht Óleo e Gás, considera fundamental para o alcance da marca de dois anos sem acidente registrável. “A atuação ativa da Equipe de HSE (Health, Safety and Environment – Saúde, Segurança e Meio Ambiente) e o trabalho feito com as Permissões de Trabalho (PT), com aumento do número de auditorias para garantir que sejam feitas corretamente, também são pontos de destaque”. Lemos explica que as PTs funcionam como um planejamento de como a atividade deve ser feita, o que inclui a análise de riscos.

“A qualidade da Permissão de Trabalho reduz o risco de ocorrência de um incidente”, afirma.

O FPSO Cidade de Itajaí tem capacidade de produção de 80.000 barris de óleo/dia.Desde o início da operação, no Campo de Baraúna, na Bacia de Santos, próximo ao litoral da Itajaí (SC), a unidade já produziu 78,6 milhões de barris de óleo.

Segurança em primeiro lugar

Manter um ambiente de trabalho livre de incidentes é foco permanente. Para alcançar esse objetivo, a Odebrecht Óleo e Gás tem o compromisso de executar suas atividades de forma integrada, bem planejada, antecipando e controlando os riscos de forma que cada pessoa envolvida na atividade entenda o seu papel e atue como um agente multiplicador, fomentando cada vez mais uma cultura forte em segurança.

Em termos de padrão de mercado, a celebração de dois anos sem acidente registrável a bordo do FPSO Cidade de Itajaí é extremamente importante e coloca a OOG numa posição de destaque.