WHAT'S NEW?
Loading...

De segurança no trabalho a robótica: veja o que o SESI faz pela indústria e por você


O desenvolvimento de uma educação de excelência voltada para o mundo do trabalho e o aumento da produtividade pela oferta de soluções integradas em segurança e saúde para empresas são os principais desafios do SESI

Desde 1946, a instituição beneficia milhões de brasileiros em ações que vão da oferta de educação básica e continuada para crianças, jovens e trabalhadores à oferta de serviços de saúde para empresas e comunidades. Confira oito iniciativas que mostram a importância do Serviço Social da Indústria (SESI) para você e para o país:

1. Serviços de Segurança e Saúde no Trabalho para 3 milhões de pessoas

O SESI conta com 144 unidades de vida saudável e 521 unidades móveis que oferecem, entre outros serviços, consultas médicas e odontológicas. Em 2016, mais de  3 milhões de pessoas foram atendidas em serviços de segurança e saúde e quase 1,1 milhão de doses de vacinas foram aplicadas em trabalhadores e seus familiares.

2. Educação básica e continuada para 1,7 milhão de atendimentos

Mais de 1,7 milhão de atendimentos foram realizadas em educação básica e continuada e ações educativas nas 583 escolas do SESI e diretamente nas empresas em 2016. Além disso, a instituição destinou 49,3% em educação básica e continuada e ações educativas, sendo 20,5% para gratuidade, percentuais acima dos estabelecidos por lei.

3. Educação básica articulada com educação profissional

O SESI é uma das referências nacionais de qualidade em educação com foco nas demandas do mundo do trabalho. Para isso, vem priorizando a parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) para a oferta de educação básica articulada com a educação profissional. Em 2016, 34,8 mil jovens foram beneficiados nessa modalidade de ensino.

4. Torneio Nacional de Robótica

O uso de novas tecnologias e recursos pedagógicos para estimular a aprendizagem de física e matemática e sua aplicação na resolução de problemas concretos é uma estratégia do Torneio de Robótica FIRST Lego League (FLL), realizado nacionalmente pelo SESI desde 2013. De lá pra cá, quase 17 mil estudantes, de 9 a 16 anos, participaram da competição. O FLL foi criado em 1998, e atualmente está presente em 88 países com mais de 255 mil participantes por ano.

5. Projeto SESI Matemática

Uma paixão de crianças e jovens em todo o mundo foi incorporado ao método pedagógico do SESI para facilitar a aprendizagem da matemática. Por meio dos games na internet e uma sala especial, alunos da instituição podem ver como cálculos, equações e ângulos estão presente na rotina das pessoas. É assim que funciona o SESI Matemática.

6. Edital de Inovação para a Indústria

Uma forma eficaz de apoiar o fomento à inovação no ambiente industrial é por meio do Edital de Inovação para a Indústria. Realizada em parceria com o SENAI e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a iniciativa conta com seis categorias. Três delas são focadas no desenvolvimento de tecnologias voltadas à segurança e saúde no trabalho (SST): Inovação em SST e Promoção da Saúde (PS); Inovação Setorial em SST e PS; Empreendedorismo Industrial em SST e PS. Em 2017, serão disponibilizados pelo SESI R$ 3,6 milhões para projetos voltados à segurança e saúde no trabalho.

7. Vídeos educativos para segurança e saúde no trabalho

A informação é insumo básico também para prevenir acidentes no trabalho. Nesse intuito, o SESI criou a série de vídeos 100% Seguro, disponibilizada no canal da instituição no YouTube, para passar dicas e orientações a empresas e trabalhadores visando promover ambientes mais seguros. Até o momento, foram lançados vídeos educativos para os setores da construção, de frigoríficos e mineração.

8. Programas culturais e ações comunitárias

Em 2016, mais de 2,7 milhões de expectadores estiveram em programas culturais promovidos pelo SESI em todo o Brasil, como teatro, cinema e exposições de artes plásticas. Além disso, o SESI promove anualmente mutirões de cidadania em todo o país. Com o apoio de empresas e uma grande rede de voluntários, a instituição promove serviços de saúde, esporte e cultura para comunidades de baixa renda que beneficiaram mais de 809 mil pessoas no ano passado.


Por Maria José Rodrigues