WHAT'S NEW?
Loading...

CSN retoma exportação de minério de ferro pelo porto de Itaguaí

Resultado de imagem para porto, em Itaguaí, no Rio de Janeiro csn

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) retomou suas atividades de exportação de minério de ferro a partir de seu próprio porto, em Itaguaí, no Rio de Janeiro, informou a empresa nesta quarta-feira.

As atividades no Porto de Itaguaí foram retomadas há cerca de duas semanas, e assim a CSN deixou de usar o Porto do Sudeste como alternativa, de acordo com uma fonte com conhecimento do assunto.

"O nosso porto foi retomado 100%. Agora temos zero de embarque no porto do Sudeste", disse a fonte à Reuters, na condição de anonimato.

"As atividades foram retomadas há 15 dias e agora atingimos a normalidade", acrescentou.

No mês passado, as atividades no porto de Itaguaí tiveram de ser paralisadas devido a um problema em um equipamento conhecido como "reclaimer", usado no transporte do minério dentro do terminal.

A CSN Mineração é a segunda maior exportadora de minério de ferro do Brasil, atrás da gigante Vale.

Enquanto o problema era reparado, a CSN utilizou o porto do Sudeste, que fica próximo ao terminal de Itaguaí, e é controlado pelo fundo Mubadala.

A fonte não informou os custos envolvidos na reparação do problema que impediu o uso do porto desde o mês passado.

"É claro que isso envolve valores, mas o seguro cobre tanto a solução do dano como o embarque de outro porto", disse.

Segundo a fonte, o equipamento precisou ser trocado, mas não houve atrasos ou prejuízo para os clientes.