WHAT'S NEW?
Loading...

Com novos contratos, empresa de engenharia já tem R$ 550 milhões em obras


O forte desempenho da BN Engenharia nos últimos anos garantiu à empresa um início de 2017 bem acima da média do mercado. A construtora integrante do Grupo Bueno Netto já tem contratadas nos primeiros dois meses do ano R$ 550 milhões em obras. Para o diretor geral da empresa, João Antonio Mattei, o resultado é consequência de estratégias de negócio muito bem sucedidas e do foco na gestão integrada dos indicadores de negócio que permitiram redução sistemática em até 20% dos prazos de entrega, orçamentos mais competitivos em até 22% e suprimentos mais eficientes com redução nos custos de insumos de até 20% e de serviços de até 25%, todos os dados comparados a 2014 e com valores atualizados.

O resultado gerado pela estratégia projeta crescimento de ao menos 30% em 2017 em relação a 2016. Os R$ 550 milhões em receitas contratadas compreendem obras comerciais e residenciais, de alto padrão a obras do programa MCMV.

De acordo com Mattei, a empresa está negociando, entre obras do grupo e de terceiros, projetos que podem agregar ao faturamento mais R$ 150 milhões de reais.

Contexto

Para Mattei, o mercado de empresas de engenharia sofreu uma grande reviravolta nos últimos anos. “Passamos por um crescimento desproporcional puxado por uma demanda forte, o que provocou grande falta de profissionais, materiais e bons fornecedores. Além disso, o mercado vem se profissionalizando, abrindo espaço para empresas que, como nós, sempre acreditaram na essência da engenharia e na transparência da gestão”.

Mattei explica a evolução da companhia em função de dois grandes pilares, para usar um jargão do segmento. De um lado, como resultado de estratégia de profissionalização e atendimento ao mercado de obras de terceiros. “A partir da decisão de transformar a Engenharia em empresa independente, com objetivos e estratégias próprias, o Grupo permitiu que sua construtora focasse as ações em seus objetivos de longo prazo e investisse em profissionalização para seu mercado-alvo, o que seria difícil se estivéssemos voltados prioritariamente aos produtos internos com eventuais atendimentos a obras de terceiros”.

De outro, o Grupo é reconhecido por seus valores éticos e respeito aos clientes e relações comerciais em seus 40 anos de existência, comemorados agora em 2017. “Temos arraigado em nossa cultura corporativa valores éticos e práticas de gestão com total transparência, que conduzem as ações de cada colaborador em sua rotina diária, promovendo orgulho, respeito e admiração por parte de nossos clientes, sem perdermos a humildade. A manutenção desses valores garante a perenidade do negócio”.


Ante este quadro, a BN Engenharia é uma opção natural para quem busca apoio em uma empresa de engenharia de porte, que investe em tecnologia e pessoal, que possui foco no atendimento às necessidades e expectativas de seus clientes e tem a transparência como valor corporativo.

A primeira medida aplicada foi a separação completa de serviços de Engenharia dos serviços de incorporação imobiliária com a criação de empresas independentes, com estruturas societárias diferentes. Em comum, a BN Engenharia e as demais empresas do grupo têm o Grupo Bueno Netto, fundador, em seus quadros societários bem como seus valores, mas com missões e estratégias completamente distintas. Hoje, enquanto a incorporadora está com 70% de seu portfólio focado em empreendimentos Minha Casa Minha Vida, a BN Engenharia, além da competência desenvolvida para esse segmento, investiu e está preparada para construção de hotéis, hospitais e centros de distribuição e logística.

De acordo com Mattei, o mercado reconheceu as iniciativas e posicionamento da empresa, contratando projetos expressivos como o Bradesco Alpha Building (sede ultramoderna da Bradesco Previdência), Casa Olímpia Business, Roberto Marinho Square, Santos Augusta (corporativos com propostas únicas), Hospital Santa Paula.

Com isso, a empresa viveu e ainda vive crescimento singular, constatado no ranking anual ITC que posiciona as construtoras conforme vários critérios. Em 2007, a construtora estava na 97ª posição e no ano passado ocupou a 10ª, crescimento consistente ano após ano de 87 posições. “Para chegar a este desempenho, aplicamos uma gestão baseada nas melhores práticas do mercado mundial, visando colher resultados de longo prazo. E não poderia ser diferente para uma empresa que está presente há 40 anos no mercado”, declara Mattei.

A gestão compreendeu desenho de plano estratégico determinando missão e reafirmando valores. Desdobramento dos objetivos estratégicos em ações voltadas ao mercado, aos processos internos, à capacitação de pessoal e novas tecnologias de gestão e produção. Implantação de um sistema de gestão integrado das informações e processos. Implantação de sistema de business intelligence, garantindo a disponibilização de painéis de gestão “on-line” para os executivos. Desenvolvimento e implantação da Academia BN, onde são promovidos cursos internos de capacitação profissional; do programa de desenvolvimento de talentos, voltado a estudantes de engenharia, administração e arquitetura, com o objetivo de formação de profissionais. Instituição do Conselho de Gestão, cujo objetivo é o de acompanhar as decisões estratégicas da companhia, aconselhar e cuidar das questões relacionadas à transparência e valores organizacionais.

A partir da implantação da estratégia, a BN Engenharia obteve certificações como PBQP-H e ISO 9001:2008, além de ser membro do Green Building Council Brasil, tendo todas as suas obras com excelentes níveis de sustentabilidade. Neste sentido, a empresa tem trabalhado com “canteiros de obra sustentáveis” e um agressivo programa voltado à garantia da segurança dos trabalhadores. A BN Engenharia tem hoje pouco mais de 1200 colaboradores nas obras, incluindo funcionários e parceiros.

Outro ponto fundamental do projeto BN é a utilização de técnicas de gestão e logística, que reduziu os prazos de entrega e de custo das obras, quando comparado a 2014. Isso ocorreu com tecnologia, melhor qualificação de fornecedores e controles da produtividade. Em consequência, aconteceu redução drástica dos custos de ações trabalhistas por funcionário, com melhor qualificação dos fornecedores e monitoramento de toda documentação de parceiros

Gestão participativa

Para Mattei um ponto inovador do projeto é a adoção de processo de gestão participativa e participação nos resultados, onde 30% do lucro é utilizado como funding para pagamento de bônus aos colaboradores. “No ano de maior crise para o segmento, 2015, enquanto a grande maioria das empresas de nosso segmento demitiam, a BN Engenharia pagou bônus para seus funcionários. E fez o mesmo em 2016”.

Os índices de desempenho da construtora demonstram que houve expressivo aumento na satisfação dos clientes finais nos últimos 24 meses, com notas superiores a 9,0 nas avaliações. Desta forma, registrou-se redução de chamados de assistência técnica por unidade entregue em 67% desde 2013. Este grau de atenção gerou maior segurança dos trabalhadores, com redução das taxas de risco e maior rigor nos procedimentos. O processo de conscientização para aumento dos padrões de segurança tornou mais fácil a gestão das questões ambientais, com controle efetivo das questões legais e relacionadas.

Olhando para o futuro

A empresa está confiante nas medidas adotadas pelo Governo e acredita que muitos projetos que hoje “dormem” nas gavetas dos investidores virão ao mercado nos próximos dois anos. “Com taxas de juros de um digito, os investimentos migrarão naturalmente para a produção”, afirma Mattei. Nesse contexto, a empresa se diz preparada para oferecer ao mercado uma opção competitiva de prestadora de serviços de Engenharia, tanto em custos, qualidade, prazos de entrega como também de transparência na gestão dos negócios.