WHAT'S NEW?
Loading...

Refino da Petrobras atinge mínima de 13 anos


O volume de petróleo processado nas refinarias nacionais em dezembro foi o menor no mês desde 2003. O volume de óleo processado nas refinarias foi de 1,615 milhão de barris/dia no período, 68% da capacidade nacional que é de 2,380 milhões de b/d. Considerando todo o ano passado, a produção nacional de derivados caiu 7,5%, para 1,83 milhão de b/d, em comparação com 1,98 milhão de barris/dia registrados em 2015.

A queda na atividade de refino, especialmente a partir de outubro, acompanha, o aumento das importações de derivado de petróleo, que voltaram a subir no segundo semestre de 2016. A importação de derivados, por sua vez, cresceu 10% no ano, para 486,8 mil barris/dia, contra 443 mil barris/dia em 2015.

Um dos fatores que explica o aumento da importação é a queda no preço dos derivados. O dispêndio médio registrado em 2016 foi de US$ 46,21 por barril de derivado, valor 23% menor do que o registrado em 2015. Ao todo, foram gastos US$ 8,2 bilhões com importação de derivados em 2016 ou 15,1% menos do que o registrado no ano anterior.

Refinarias

Nesse contexto de queda da produção nacional de derivados, a Petrobras reduziu a taxa de utilização de praticamente todas as grandes refinarias. Replan, Revan e Revap, as maiores do país, produziram -12%, -9% e -8%, respectivamente. A maior queda foi na Repar, que processou 13% menos no ano.
Na outra ponta, a Rnest, que entrou em operação em 2014, produziu 40% a mais em 2016, utilizando, em média, 88% se sua capacidade de 100 mil barris/dia, contra 63% em 2015. A refinaria, projetada inicialmente para processar 230 mil barris/dia, em dois trens, teve suas obras interrompidas após a partida do Trem 1.



Atualmente, a capacidade do Trem 1 está limitada pela ausência da unidade de abatimentos de emissões (SNOX) que precisa ser recontratada pela Petrobras.

Além da Rnest, a única refinaria de grande porte que processou mais em 2016 foi a Reduc, equipada para 252 mil barris/dia, que teve sua demanda elevada em 6%, para 212 mil barris/dia no ano passado.